Agenda

Vidas Prisionáveis

Setembro a Dezembro de 2018

Neste ciclo de recolha de testemunhos, ouvem-se as memórias de ex-resistentes e ex-prisioneiros políticos, numa conversa conduzida por uma entrevistadora, que depois se desenvolve numa conversa com os presentes, na sua maioria público escolar.

Livros no Aljube

Setembro a Dezembro de 2018

Muitos foram os escritores inquietados e presos ou perseguidos por expressaram as suas opiniões em forma de livro. Razão mais que suficiente para promover nesta antiga prisão política da Ditadura o Ciclo Livros no Aljube, celebrando assim a liberdade de opinião e de expressão, na sua pluralidade.

Uma tarde no Aljube

Setembro a Dezembro de 2018

É um ciclo que se desenvolve a partir de temáticas centrais do Museu, com recurso à participação de especialistas e dirigido a públicos específicos.

Intelectuais e Artistas na Resistência

Setembro a Dezembro de 2018

É um ciclo de programas que a evoca a vida e obra de artistas, de homens de letras e de cientistas que se opuseram, pela vida e pela obra, à ditadura de Salazar. Associa o olhar do especialista e a evocação da obra, através da reflexão crítica e da fruição cultural e artística.

Lisboa a partir do Aljube – Itinerários

Setembro a Dezembro de 2018

Percursos temáticos pela cidade de Lisboa (ou outros locais limítrofes), relacionados com a temática central do Museu, coordenados por especialistas e abertos a toda a comunidade. Participação por inscrição prévia, sendo o grupo limitado.

Deixe o seu contacto

Deixe o seu contacto para se manter informado(a) sobre as actividades do museu.

Programação

História, Memória e Verdade – memórias de luta na construção de uma cidadania ativa

21 a 28 de Novembro de 2018

História, Memória e Verdade – memórias de luta na construção de uma cidadania ativa 21 e 28 novembro – 18h15/21h15 Professores, Educadores e outros Agentes Educativos – Ação de Formação de Curta Duração – 6h Organização: Centro de Formação de Escolas António Sérgio/EGEAC Acreditação/Certificação: Conselho Cientifico-Pedagógico da Formação Contínua Local: Museu do Aljube Resistência e […]

Ver Detalhe

Esquerdas radicais ibéricas, processo revolucionário e transição democrática – ruptura e consenso. Perspectivas comparadas.

22 a 23 de Novembro de 2018

Esquerdas radicais ibéricas – Nos anos 70 do século passado, quando findaram as ditaduras ibéricas, a constelação de pequenas organizações que se situavam à esquerda dos partidos comunistas congregaram inteligências e vontades de uma geração nascida do segundo pós-guerra, em tempos de guerra fria e do desenvolvimento do capitalismo e da sociedade de consumo.
Iberian radical left – In the 1970s, when the Iberian dictatorships were over, the constellation of small organizations to the left of the communist parties brought together the intelligence and wills of a generation born in the second post-war, in times of cold war and the development of capitalism and consumer society.
Las izquierdas radicales ibéricas – En los años 70 del siglo pasado, cuando terminaron las dictaduras ibéricas, la constelación de pequeñas organizaciones que se situaban a la izquierda de los partidos comunistas congregaron inteligencias y voluntades de una generación nacida de la segunda posguerra, en tiempos de guerra fría y del desarrollo del capitalismo y de la sociedad de consumo.

Ver Detalhe

escavação − instalação em dança, de Sofia Ó

22 a 24 de Novembro de 2018

22 novembro − quinta, 17h-19h 24 novembro − sábado, 16h-18h Piso 0 do Museu do Aljube   É uma exploração do espaço subterrâneo do Museu (prisão) do Aljube, num estar em permanência do corpo que se interroga sobre se o passado já foi ou se estamos a vivê-lo agora. Nas galerias do Aljube, ao passar… […]

Ver Detalhe

Visita Orientada com Luís Farinha

15 de Dezembro de 2018 - 15h00

O Museu do Aljube promove, mensalmente, Visitas Orientadas à sua Exposição Permanente e à Exposição Temporária Tarrafal Nunca Mais!, dirigidas a toda a comunidade, mediante inscrições prévias, através do Serviço Educativo do Museu.   Imagem: Vista da Exposição Permanente do Museu do Aljube, “Copiadores”. @ José Frade.

Ver Detalhe