Centro de Documentação

O Centro de Documentação do Museu do Aljube recolhe, trata e disponibiliza à comunidade documentos materiais e imateriais sobre a prisão política, a resistência à ditadura e os combates pela liberdade no século XX, em Portugal e no seu antigo império.

Aposta na criação de redes com a comunidade científica, organizações de memória, arquivos, bibliotecas e outras entidades, através de diversas iniciativas e projetos.

Testemunhos

Frei Bento Domingues, Levy Baptista e Manuela Bernardino – CNSPP

Ex-Comissão Nacional de Socorro aos Presos Políticos (CNSPP), representada por Frei Bento Domingues, Levy Baptista e Manuela Bernardino.

Dossiê do Mês

A REVOLTA DO CASTELO, 90 ANOS DEPOIS

Três disparos, feitos a partir do Batalhão de Caçadores 7, no Castelo de S. Jorge, dão início a mais um movimento revolucionário contra a Ditadura Militar. São 9 da noite do dia 20 de julho de 1928, há 90 anos. Ficará conhecida por Revolta ou Revolução do Castelo mas, apesar do nome, não se limita à capital, tendo movimentado tropas e civis em vários outros pontos do país.

Centro de Documentação do Museu do Aljube
Rua Augusto Rosa, 42 • 1100-059 Lisboa

Telefone: 215 818 538
Geral: 215 818 535
E-mail: helenajaneiro@egeac.pt
E-mail: odeteviola@egeac.pt

Horário: de terça a sexta, das 10h00 às 18h00 – encerra para almoço das 13h00 às 14h00.

Encerra às segundas.