Centro de Documentação

Laboratório de História

No ano letivo de 2018/2019 foi desenvolvido por alunos do 12º ano da Escola Secundária de Camões em Lisboa e por alunos do 9º ano da Escola Básica Roque Gameiro na Amadora.

Temas desenvolvidos:

  • “Os direitos humanos nas prisões políticas durante o Salazarismo” – (EBRG)
  • “Os direitos humanos nas organizações repressivas durante o regime de Mussolini, em Itália” – (EBRG)
  • “José Dias Coelho: artista, militante e revolucionário” – (ESC)
  • “A fuga da prisão de Peniche” – (ESC)
  • “Lutas Estudantis de 1969 – Crise Académica de Coimbra” – (ESC)
  • “O Mundo da Canção e a resistência ao regime (1968-1974)” – (ESC)

No presente ano letivo de 2019/2020 o Museu acompanha os trabalhos dos alunos do 12º ano da Escola Secundária de Casquilhos no Barreiro.

Entre os temas definidos em conjunto pelos estudantes e o Museu estão:

  • “A Luta de Libertação e a independência da Guiné-Bissau e Cabo Verde. 1968-1975”;
  • “A Resistência Cultural na ditadura brasileira – A música popular brasileira na viragem dos anos 60 para os anos 70”;
  • “A música de Intervenção e a Censura. 1960-1970. O concerto de José Afonso no Barreiro em 1967”;
  • “A tortura e os seus métodos no Estado Novo”.

A metodologia utilizada pretendeu dar ênfase à história local e à história oral, através de entrevistas a familiares e outras personalidades, bem como o recurso a fontes que vão desde o documento escrito a documentários, peças musicais ou depoimentos de resistentes.

Anos Lectivos anteriores:

Conclusões de um trabalho apresentadas no Colóquio «Temas e Problemáticas da História de Portugal: Historiadores e alunos em debate» que encerrou o Laboratório de História 2016-2017.

Ser mulher e ser resistente ao longo da ditadura no Estado Novo (PDF)

Centro de Documentação do Museu do Aljube
Rua Augusto Rosa, 42 • 1100-059 Lisboa

Telefone: 215 818 538
Geral: 215 818 535
E-mail: odeteviola@egeac.pt

Horário: de terça a sexta, das 10h00 às 18h00 – encerra para almoço das 13h00 às 14h00.

Encerra às segundas.