Concurso de Contos 2020 “Censura” – Lançamento

08 de Janeiro a 31 de Maio de 2020

Concurso de Contos (15-18 anos e >18)

Lembramos que está a decorrer a 3ª edição do Concurso de Contos, desta vez sob o tema “Censura”. Apraz-nos constatar que tem tido uma enorme adesão, que não podemos deixar de  assinalar e agradecer.

Informamos que, em virtude da situação atual, os prazos serão alargados, pelo que nos pareceu pertinente voltar a desafiar todos os amigos/as e todos os interessados/as a participarem neste concurso, até como um exercício a quem se vê obrigado a permanecer em casa. O regulamento encontra-se à consulta em: https://www.museudoaljube.pt/educa/projetos-educativos/

Sendo um tema complexo, propomos subtemas para abordagens mais direcionadas:
1. Como eu rodeei a Censura.
2. Censuraram-me esta cena do último filme. Estes tipos são estúpidos!
3. Antes de escrever esta cena da última peça já imaginava que iam censurá-la. Não importa, um dia há de passar, quando não houver censura.
4. Entendeste o meu texto? Ia com grandes «disfarces». Escrevo-te aqui de Tete. Nós por cá, todos bem…

Estaremos disponíveis para todos os esclarecimentos, caso necessitem concursodecontos@museudoaljube.pt  ou juditealvares@egeac.pt

Estamos aqui!

Outros eventos

Com Garras e Dentes – Fábulas de Animais Livres e Resistentes
Nas segundas manhãs de domingo de cada mês, programação para os mais novos e famílias, fiquem atentos! Duração: 50 minutos Inscrições: inscricoes@museudoaljube.pt Sujeito a lotação do espaço
16 de Maio a 14 de Novembro de 2021
Ciclo de Cinema
Programação paralela à Exposição Temporária • Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas Pré-inscrição obrigatória: inscricoes@museudoaljube.pt Entrada livre, sujeita à lotação da sala
13 de Maio a 14 de Outubro de 2021
Inauguração Exposição Temporária – Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas
A partir das 12h poderá visitar a nova exposição temporária patente no piso 0 do museu, antigo parlatório da cadeia do Aljube.
6 de Maio de 2021 - 12h00
Teatro – Rascunhos: Memórias de uma Falsificadora
Joaquim Horta adapta ao teatro o livro de Margarida Tengarrinha Memórias de Uma Falsificadora – A Luta na Clandestinidade pela Liberdad em Portugal, que conta como a autora usou a sua habilidade de artista plástica e estudante de Belas Artes ao serviço da falsificação de documentos, garantindo o trabalho dos resistentes à ditadura de Salazar. Espectáculo esgotado
26 a 30 de Abril de 2021