Tarrafal Nunca Mais! Manifestação popular na trasladação dos corpos dos mortos do Tarrafal, fevereiro de 1978. Fundação Mário Soares-Maria Barroso - imagem integrada na exposição Tarrafal, Nunca Mais!, que o Museu do Aljube acolheu em 2019 (https://www.museudoaljube.pt/expo/tarrafal-nunca-mais/)

Trasladação dos restos mortais dos que perderam a vida no campo de Concentração do Tarrafal

18 Fevereiro 2021

#Nestedia 18 de fevereiro, em 1978, milhares de pessoas percorreram Lisboa sob chuva forte, acompanhando a trasladação dos restos mortais dos que perderam a vida no campo de Concentração do Tarrafal.

Numa justíssima e arrepiante homenagem aos tarrafalistas assassinados pelo fascismo, foi naquele dia inaugurado no Cemitério do Alto de São João, um Mausoléu Memorial, erguido por subscrição pública, onde para além dos nomes das 32 vítimas mortais se lê, “Aos que na longa noite do fascismo foram portadores da liberdade e pela liberdade morreram no Campo de Concentração do Tarrafal”.

Quatro anos depois do 25 de Abril, a memória antifascista saía à rua com as palavras de ordem “Tarrafal Nunca Mais” e “Fascismo Nunca Mais”, realizando um dos momentos mais emblemáticos da memória da repressão e da ditadura.

Cemitério do Campo de Concentração do Tarrafal. Fundação Mário Soares-Maria Barroso – imagem integrada na exposição Tarrafal, Nunca Mais!, que o Museu do Aljube acolheu em 2019 (https://www.museudoaljube.pt/expo/tarrafal-nunca-mais/)
Trasladação dos Restos Mortais das Vítimas do Tarrafal. Centro de Documentação do Museu do Aljube. Doação de Clementino Amaro.

Atualidade

Agostinho Neto
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
17 de Setembro de 2021
Amílcar Lopes Cabral
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
12 de Setembro de 2021
Revolta dos Marinheiros de 1936
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
8 de Setembro de 2021