Parlamento fechado após Golpe de 28 de Maio de 1926; Piso 2 Sala 2 da Exposição de longa duração

Golpe Militar de 28 de maio de 1926

28 Maio 2021

#nestedia 28 de maio de 1926, o golpe militar iniciava um longo período de 48 anos de repressão e violência no país.

Pondo fim a uma República em crise, incapaz de se regenerar, acossada pelos ataques do campo da direita autoritária, antiparlamentar e antidemocrática, tinha início a Ditadura Militar (1926-1933) no seio da qual emergiriam Salazar e o Estado Novo (1933-1974).

Entre 1926 e o início da década de 30 dava-se o primeiro assalto das direitas conservadoras, tradicionalistas e fascistas às instituições do Estado Liberal, e o país vive anos sangrentos com centenas de mortos e milhares de presos políticos e de deportados. Numa espécie de “guerra civil larvar e intermitente” sucedem-se golpes e revoltas contra a Ditadura Militar e o advento do fascismo.

Aprimorando o aparato repressivo que vinha de trás e algumas das suas práticas arbitrárias, a Ditadura Militar intensifica a repressão, sobretudo nos anos de 1927 e de 1928, e monta a sua rede de prisões e campos de concentração. 

De facto, é no ano de 1928 que a Cadeia do Aljube passa a prisão política. Destinado a presos políticos e sociais, o Aljube servia, nesta fase inicial, de depósito de presos e de “placa giratória” para os elementos das oposições que seguiam para a deportação e para inóspitos e precários campos de concentração em Angola, Cabo Verde, Guiné ou Timor, onde a Ditadura prende em massa republicanos, reviralhistas, socialistas, anarcossindicalistas e comunistas.

A 48 anos de ditadura corresponderam 48 anos de resistência pela liberdade e democracia. A todas as mulheres e homens que heroicamente lutaram, o Museu do Aljube Resistência e Liberdade presta homenagem.

Legenda imagens:

1. Desfile de Gomes da Costa. Golpe de 28 de Maio de 1926; Piso 2 Sala 2 da Exposição de longa duração

2. Parlamento fechado após Golpe de 28 de Maio de 1926; Piso 2 Sala 2 da Exposição de longa duração

3. Cadeia do Aljube. 1890-1945. AML; Piso 0 Exposição de longa duração

Atualidade

Revista “O Tempo e o Modo”, nº 73
Em novembro de 1969, #nestedia 28, o número 73 da revista “O Tempo e o Modo”, sob a direção de João Bénard da Costa, marcava o início de uma nova série e de uma nova fase na vida da revista.Surgida em janeiro de 1963, “O Tempo e o Modo”. Revista de Pensamento e Acção” afirmar-se-ia com uma […]
28 de Novembro de 2021
Cheias de 1967
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
28 de Novembro de 2021
Operação Mar Verde
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
21 de Novembro de 2021