Mário Cesariny

09 Agosto 2021

#nestedia 9 de agosto de 1923 nascia, em Lisboa, Mário Cesariny de Vasconcelos, poeta e pintor, considerado uma das maiores figuras do surrealismo português.
Aos 19 anos já escrevia, pintava e desenhava. Estudou na Escola António Arroio onde conhece alguns dos futuros companheiros do surrealismo português. Emigrou para Paris, onde frequenta a Academie de La Grande Chaumiére e conhece o fundador e autor do manifesto do surrealismo francês, André Breton.
No Surrealismo, Cesariny encontra o espaço de liberdade criativa que procura.
Em 1947 regressa a Portugal onde começa a ser vigiado pela PIDE por “suspeita de vagabundagem”. É obrigado a humilhantes apresentações e interrogatórios regulares, devido à sua homossexualidade.
No processo da PIDE constam poemas e correspondência e só com a revolução de 1974 deixará de ser perseguido e atormentado pela polícia política.
Desde 2013, a CASA DA LIBERDADE – MÁRIO CESARINY presta homenagem ao poeta e pintor surrealista, com diferentes núcleos sobre o Surrealismo nacional e internacional, as Vanguardas e Neovanguardas Portuguesas do Século XX, a Arte Moderna e Contemporânea Africana de países lusófonos e a Arte Emergente nacional e internacional.

Imagem: Processo de Mário Cesariny de Vasconcelos: PT-TT-PIDE-D-C-001-3756 © ANTT

Atualidade

Revista “O Tempo e o Modo”, nº 73
Em novembro de 1969, #nestedia 28, o número 73 da revista “O Tempo e o Modo”, sob a direção de João Bénard da Costa, marcava o início de uma nova série e de uma nova fase na vida da revista.Surgida em janeiro de 1963, “O Tempo e o Modo”. Revista de Pensamento e Acção” afirmar-se-ia com uma […]
28 de Novembro de 2021
Cheias de 1967
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
28 de Novembro de 2021
Operação Mar Verde
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
21 de Novembro de 2021