Amílcar Lopes Cabral

12 Setembro 2021

Amílcar Lopes Cabral nasceu em Bafatá (Guiné-Bissau) #nestedia 12 de setembro de 1924.Ainda criança vai viver para Cabo Verde, onde frequenta os estudos. Em 1945, consegue uma bolsa de estudos e ingressa no Instituto Superior de Agronomia em Lisboa onde tem contacto com grupos antifascistas e conhece Mário Pinto de Andrade, Agostinho Neto e Marcelino dos Santos na Casa dos Estudantes do Império.
Em 1955, Cabral participa na Conferência de Bandung e em 1959 juntamente com Aristides Pereira, seu irmão Luís Cabral, Fernando Fortes, Júlio de Almeida e Elisée Turpin, funda o Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC). Em 3 de agosto de 1959, dirigem a Greve de trabalhadores do Porto de Pidjiguiti, fortemente reprimida pelo governo colonial, resultando na morte de dezenas de manifestantes e em centenas de feridos. A 23 de janeiro de 1963 tem início a luta armada contra o colonialismo português.
Em 20 de janeiro de 1973, Amílcar Cabral é assassinado em Conacri.
Cabral é um dos maiores pensadores do anticolonialismo africano com um marcante legado na política anticolonial e anti-racista até aos dias de hoje.

Atualidade

Primeira ação da Acção Revolucionária Armada (ARA)
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
26 de Outubro de 2021
O início do processo de julgamento das Três Marias
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
25 de Outubro de 2021
Seara Nova
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
15 de Outubro de 2021