Notícias

Lisboa a Partir do Aljube – Lisboa Operária – A Zona Oriental

20 de Outubro de 2018

Com Raimundo Santos, nascido, e criado na Zona Oriental, no Pátio da Quintinha, antes palacete do Marquês de Marialva. Das brincadeiras de beira-rio para o trabalho de fábrica. E daí para a luta contra a Ditadura, com passagem pelas prisões da PIDE, este foi o percurso de Raimundo.

Para os que acompanharam o seu relato vivido e entusiasmante, este foi um itinerário por dentro do processo doloroso de desindustrialização de uma das zonas mais densas da Lisboa industrial que ali se desenvolveu entre meados do séc. XIX e os anos 80 do séc. XX: o território, o edificado, a concentração industrial, o trabalho e a vida de milhares de homens e mulheres que ali trabalharam e viveram em numerosas vilas operárias.

Hoje entre a sobrevivência e a ruína.

Fotografias: © Museu do Aljube Resistência e Liberdade