Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas

6 MAI – 31 DEZ
A exposição temporária "Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas" pretende relevar o contributo de tantas mulheres que, com origens e percursos diferentes, inventaram e concretizaram batalhas pelos seus direitos, pela justiça social e pela liberdade, desde os anos 30 até ao 25 de Abril.
Mais Informações

“Elas tiveram medo e foram e não foram”

18 SET – 30 OUT
No âmbito da programação paralela da exposição temporária “MULHERES E RESISTÊNCIA – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas” recebemos mulheres resistentes antifascistas para um ciclo de conversas em torno das experiências de resistência à ditadura e da luta pelos direitos das mulheres, ainda tão necessária e atual nos dias de hoje.
Mais Informação

"Mulheres e Resistência"

13 MAI – 14 OUT
A propósito da exposição temporária "Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas" o Museu do Aljube organiza um ciclo de cinema dedicado à luta e à resistência femininas.
Mais Informações

Augusta Conchiglia nos Trilhos da Frente Leste – Imagens (e Sons) da Luta de Libertação em Angola

22 JUL – 31 SET
Em 1968, Augusta Conchiglia entrou clandestinamente em Angola para reportar a luta de libertação em curso.
Mais Informações

Com Garras e Dentes – Fábulas de Animais Livres e Resistentes

16 MAI – 14 NOV
Nas segundas manhãs de domingo de cada mês, acolhemos programação para os mais novos, do teatro à dança, da música à ilustração, numa reflexão performativa sobre a liberdade e os direitos humanos.
Mais Informações

Coragem hoje, abraços amanhã

14 ABR – 14 NOV
Nesta IV edição, do concurso de contos o tema é “Coragem hoje, abraços amanhã”, uma mensagem de apoio partilhada entre as mulheres detidas pela PIDE durante a ditadura. Os três primeiros trabalhos premiados, em cada um dos escalões, serão publicados em livro editado pelo Museu do Aljube Resistência e Liberdade, e em E-book publicado no site do Museu. Participa!
Mais Informações

A vida social das coisas

DISPONÍVEL NA LOJA DO MUSEU
A Vida Social das Coisas, um livro que faz uma aproximação original à história da resistência e da clandestinidade e às consequências sobre os seus protagonistas durante a Ditadura e o Estado Novo. É através da memória das «coisas», que narram na primeira pessoa tudo aquilo que testemunharam, que honramos todas e todos aqueles que lutaram pela liberdade.
Mais Informações
Exposição de longa duração
A exposição de longa duração do Museu apresenta aos visitantes no piso -1 uma mostra arqueológica com vestígios encontrados aqui. No piso 0, o memorial de homenagem aos presos políticos e a história do edifício; no piso 1, a caracterização do regime ditatorial português (1926-1974), os seus meios de repressão e opressão (a Censura, as polícias e os tribunais políticos). No piso 2, a resistência das oposições (semi-legais e clandestinas), a prisão, a tortura, os curros de isolamento. No piso 3, a luta anticolonial e os movimentos independentistas de libertação, o derrube da ditadura e o 25 de Abril de 1974.
Todo o ano
Mulheres e Resistência – “Novas Cartas Portuguesas” e outras lutas
A exposição temporária Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas pretende revelar e relevar o contributo de tantas mulheres que, com origens e percursos diferentes, inventaram e concretizaram batalhas pelos seus direitos, pela justiça social e pela liberdade, desde os anos 30 até ao 25 de Abril.
06 de Maio a 31 de Dezembro de 2021
Augusta Conchiglia nos Trilhos da Frente Leste – Imagens (e Sons) da Luta de Libertação em Angola
Em Abril de 1968, Augusta Conchiglia entrou clandestinamente em Angola para, com o realizador Stefano de Stefani, reportar a luta de libertação em curso. Até setembro, guiados pelos guerrilheiros do MPLA, percorreram centenas de quilómetros nas zonas libertadas do Moxico e do Cuando-Cubango. Usadas por Sarah Maldoror e William Klein, as imagens de Augusta Conchiglia – que nem sempre lhe são creditadas – tornaram-se iconográficas da luta de libertação contra o colonialismo português. Este é um gesto de restituição, que projecta o nome da sua autora com as suas imagens.
22 de Julho a 31 de Dezembro de 2021

Museu do Aljube Resistência e Liberdade

Dedicado à história e à memória do combate à ditadura e ao reconhecimento da resistência em prol da liberdade e da democracia.
É um sítio musealizado e um museu histórico que pretende preencher uma lacuna no tecido museológico português, projetando a valorização da memória de luta contra a ditadura na construção de uma cidadania esclarecida e responsável e assumindo a luta contra o silenciamento desculpabilizante, e muitas vezes cúmplice, do regime ditatorial que dirigiu o país entre 1926 e 1974.
Saiba mais sobre o Museu
Ciclo de Cinema
A propósito da exposição temporária Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas o Museu do Aljube organiza um ciclo de cinema dedicado à luta e à resistência femininas.
14 de Outubro de 2021 – 19h00
Mulheres da Marinha Grande
Em parceria com o Movimento Democrático das Mulheres (MDM) recebemos mulheres da Marinha Grande resistentes à ditadura para uma conversa sobre as suas memórias de participação nas greves e lutas operárias da indústria vidreira, de repressão e prisão pela PIDE, e de luta pelos direitos das mulheres e pela liberdade.
28 de Setembro de 2021 – 16h30
Visitas orientadas
No dia 25 de Setembro, o Museu do Aljube Resistência e Liberdade organiza três visitas guiadas destinadas a vários tipos de públicos.
25 de Setembro de 2021 – 10h30
O Museu do Aljube recolhe memórias testemunhais de resistentes e de ex-presos políticos que passaram pelas cadeias da PIDE, bem como dos seus familiares e da restante comunidade que viveu o período ditatorial, como forma de memorialização das experiências de opressão, de luta e de resistência pela Liberdade e pela Democracia.
Conte-nos a sua história

EducAljube

Cidadania, porque sim.
A Educação para a Cidadania e para os direitos humanos está na nossa origem, na nossa identidade e na nossa prática, e por tudo isto decidimos lançar o convite para que nos ajudem a pensar e explicar o óbvio: a educação e a cultura são sempre a melhor resposta.
Projetos e Atividades
Manter a proximidade e continuidade de trabalho com escolas e outras instituições é um dos grandes objetivos do Serviço Educativo, pelo que se promovem e acolhem-se projetos diversos.
Visitas Orientadas
São direcionadas a todos os tipos de público (escolar/não escolar).O agendamento faz-se em função da solicitação, em todos os dias da semana, de segunda a sexta feira e as visitas decorrem de terça a domingo.
Amílcar Lopes Cabral
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
12 de Setembro de 2021
Revolta dos Marinheiros de 1936
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
8 de Setembro de 2021
Sérgio de Barros Godinho
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
31 de Agosto de 2021