ATO ( DES ) COLONIAL

20 JAN – 12 JUN
ATO (DES)COLONIAL é a próxima exposição temporária no Museu do Aljube. A exposição convida-nos a pensar sobre abordagens necessárias a uma prática antirracista, nas escolas, nos espaços públicos de cultura e na sociedade.
Mais informações

A Liberdade não é um quiz

Museu do Aljube desafia-te a explorar a história da resistência à ditadura e da luta pela liberdade em Portugal. Participa no jogo “A Liberdade não é um quiz” e se conseguires responder corretamente às 10 perguntas, ganhas uma entrada grátis no Museu!
Clica para jogar

A Guerra Guardada

13 JAN – 20 MAR
Com curadoria Maria José Lobo Antunes e Inês Ponte, "A Guerra Guardada – Fotografias de Soldados Portugueses em Angola, Guiné e Moçambique (1961-74)" explora coleções pessoais de homens que em tempos foram soldados durante os anos da guerra.
Mais informações

Regresso às aulas!

SERVIÇO EDUCATIVO DO MUSEU DO ALJUBE
Neste arranque do ano letivo relembramos a oferta do EducAljube – o Serviço Educativo do Museu Aljube Resistência e Liberdade. Consulta o Programa Educaljube 2021/2022 e fica a conhecer os projetos e atividades do museu, a oferta de formações, as visitas orientadas e muito mais.
Mais informações

A vida social das coisas

DISPONÍVEL NA LOJA DO MUSEU
A Vida Social das Coisas, um livro que faz uma aproximação original à história da resistência e da clandestinidade e às consequências sobre os seus protagonistas durante a Ditadura e o Estado Novo. É através da memória das «coisas», que narram na primeira pessoa tudo aquilo que testemunharam, que honramos todas e todos aqueles que lutaram pela liberdade.
Mais Informações
Exposição de longa duração
A exposição de longa duração do Museu apresenta aos visitantes no piso -1 uma mostra arqueológica com vestígios encontrados aqui. No piso 0, o memorial de homenagem aos presos políticos e a história do edifício; no piso 1, a caracterização do regime ditatorial português (1926-1974), os seus meios de repressão e opressão (a Censura, as polícias e os tribunais políticos). No piso 2, a resistência das oposições (semi-legais e clandestinas), a prisão, a tortura, os curros de isolamento. No piso 3, a luta anticolonial e os movimentos independentistas de libertação, o derrube da ditadura e o 25 de Abril de 1974.
Todo o ano
ATO (DES)COLONIAL
A violência está na génese, na prática e na simbologia de um processo de ocupação. Mas a violência encontra resistência, com diferentes expressões e impactos. Esta exposição pretende revelar e relevar diversos processos de resistência ao colonialismo português entre 1926 e 1974, período objeto deste museu.
20 de Janeiro a 12 de Junho de 2022
A Guerra Guardada
Com curadoria Maria José Lobo Antunes e Inês Ponte, “A Guerra Guardada” explora coleções pessoais de homens que em tempos foram soldados durante os anos da guerra.
13 de Janeiro a 20 de Março de 2022

Museu do Aljube Resistência e Liberdade

Dedicado à história e à memória do combate à ditadura e ao reconhecimento da resistência em prol da liberdade e da democracia.
É um sítio musealizado e um museu histórico que pretende preencher uma lacuna no tecido museológico português, projetando a valorização da memória de luta contra a ditadura na construção de uma cidadania esclarecida e responsável e assumindo a luta contra o silenciamento desculpabilizante, e muitas vezes cúmplice, do regime ditatorial que dirigiu o país entre 1926 e 1974.
Saiba mais sobre o Museu
FILME “Olhares sobre o Racismo”
No dia 21 de março comemoramos o dia internacional contra a discriminação racial com uma sessão de cinema e conversa integrada na programação paralela da exposição ATO (DES)COLONIAL.
21 de Março de 2022 – 18h30
“A Guerra Guardada” – Visita Orientada com Aniceto Afonso
Uma visita à exposição “A Guerra Guardada – Fotografias de Soldados Portugueses em Angola, Guiné e Moçambique (1961-74)” com Aniceto Afonso.
16 de Março de 2022 – 16h00
CICLO DE CINEMA | Natal 71 & Deus Não Quis
Dia 25 de fevereiro teremos a segunda sessão do ciclo de cinema integrado na exposição “A Guerra Guardada”.
25 de Fevereiro de 2022 – 16h00
O Museu do Aljube recolhe memórias testemunhais de resistentes e de ex-presos políticos que passaram pelas cadeias da PIDE, bem como dos seus familiares e da restante comunidade que viveu o período ditatorial, como forma de memorialização das experiências de opressão, de luta e de resistência pela Liberdade e pela Democracia.
Conte-nos a sua história

EducAljube

Projetos e Atividades
Manter a proximidade e continuidade de trabalho com escolas e outras instituições é um dos grandes objetivos do Serviço Educativo, pelo que se promovem e acolhem-se projetos diversos.
Visitas Orientadas
São direcionadas a todos os tipos de público (escolar/não escolar).O agendamento faz-se em função da solicitação, em todos os dias da semana, de segunda a sexta feira e as visitas decorrem de terça a domingo.
Formações
A Educação para a Cidadania e para os Direitos Humanos está na nossa origem, na nossa identidade e na nossa prática quotidiana. A todos desafiamos à reflexão crítica e à abordagem da memória enquanto património cultural e construção de identidade comum.
Operação Vagô
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
10 de Novembro de 2021
Álvaro Cunhal
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
10 de Novembro de 2021
As Brigadas Revolucionárias realizaram a sua primeira ação armada
#nestedia relembra pessoas e acontecimentos de resistência à ditadura e de luta pela liberdade.
7 de Novembro de 2021