Lembra-se?

Adolfo Ayala – Campanha internacional para um inquérito sobre o assassinato de Humberto Delgado, abril 1970

Cinco anos após o homicídio de Humberto Delgado está em curso uma campanha internacional para um inquérito sobre o assassinato do general.

Em abril de 1970 realiza-se em Londres uma sessão em que participa o exilado e resistente político Adolfo Ayala, fiel companheiro de Delgado. São as suas notas que podemos ler, denunciando o analfabetismo e a pobreza, a falta de liberdade e a censura, a repressão e a tortura, a PIDE e os julgamentos políticos, a guerra colonial e o colonialismo.

E termina afirmando: “apesar do terror a que Portugal está submetido, surgem alguns homens de caráter que se rebelam, que lutam, que organizam a resistência”.