Lembra-se?

Papéis da Prisão de Caxias de Saúl Nunes – Caxias

Durante a prisão em Caxias em 1966 Saúl Nunes, membro da Frente de Ação Popular (FAP), procurando exercitar a memória e aferir da própria sanidade mental, fazia exercícios como escrever os nomes em latim das plantas como aprendera na escola ou os vencedores das provas de atletismo nos Jogos Olímpicos de 1948, 1952, 1956, 1960 e 1964. Ou ainda escrever todas as palavras em alemão que conhecia. Curiosamente as primeiras duas são “Freiheit” (Liberdade) e “Sterben” (Morrer).

Doação de Saúl Nunes ao Centro de Documentação do Museu do Aljube, 9 de outubro de 2019.