Concurso para um Documentário Audiovisual “Do Aljube guardei esta memória”

14 de Janeiro a 31 de Maio de 2020
Museu do Aljube
@ Museu do Aljube Resistência e Liberdade.

(EB – 3º Ciclo + E. SEC)
Parceria ESCS
Janeiro – Abril

A delação, a censura, a perseguição política, a prisão ou o julgamento em tribunais especiais são alguns exemplos de “normas” em vigor durante o período da ditadura, em confronto direto com os direitos considerados fundamentais em democracia. Estão em evidência no Museu através de provas concretas. Hoje vivemos num Estado de Direito Democrático. Será que temos garantidos todos os direitos consagrados na Constituição? Ou será que há direitos de que só alguns beneficiam? Quais os direitos que estão em risco?  Durante uma visita ao Museu partimos desta discussão e desafiamos-te a captares com o teu telemóvel imagens e textos que queiras usar para relatares a tua experiência através de um documentário e dar-nos o teu ponto de vista.

É este o desafio! Os três melhores trabalhos serão premiados.

Muitos dos alunos que nos visitaram até à primeira semana de março fizeram os seus registos ao longo da visita, afim de poderem concorrer a este concurso. A esses alunos e aos seus professores queremos dizer:

“Não desistam, continuamos aqui! Aguardamos pelos vossos trabalhos.”

A todos os outros que se viram obrigados a cancelar as suas visitas, lançamos um novo desafio: usem o nosso site e todo o nosso acervo do Centro de Documentação e construam o vosso vídeo. Temos a certeza que será uma outra forma de conhecer a História e o Museu do Aljube Resistência e Liberdade.

Esperamos pelo vosso trabalho!

Para qualquer esclarecimento: Serviço Educativo – juditealvares@egeac.pt ou guardeiestamemoria@museudoaljube.pt

Outros eventos

«Duas peças em Estado Novo»
De Armando Nascimento Rosa e Susannah Finzi Encenação e curadoria de Clara Ploux e Telmo FerreiraDuração: 90 min 18 OUT – SEX, 19H 19 OUT – SÁB, 16H 20 OUT – DOM, 16H
18 a 20 de Outubro de 2024
Ler e ouvir a Revolução: literatura e música no 25 de Abril
As sessões de leitura pública e interpretação musical cruzam literatura e música do período revolucionário, partindo da produção artística portuguesa de 1974 e seguintes anos.
17 de Setembro de 2024 - 18h00
Itinerário “Adeus Pátria e Família”
Um percurso por Lisboa a lugares emblemáticos de resistência e ocupação das pessoas LGBTQIAP+, durante a ditadura e até aos dias de hoje.
28 de Junho de 2024 - 10h30
Orgulho e Liberdade
Fundado em 2017, o Alarido - Coro Feminista e LGBT canta arranjos de canções pop, para mostrar que o ativismo feminista e LGBT se pode fazer também através da música - e sempre a muitas vozes.
27 de Junho de 2024 - 19h00