Corpus Christi S.A., de António Faria

15 de Outubro de 2019 - 18h30
Auditório do Museu do Aljube
Capa do ivro.
Capa do livro.

António Faria, preso na Cadeia do Aljube em 1963, mergulha com esta peça de teatro nos dramas pessoais, religiosos e políticos de personagens diante de um país em mudança.

Corpus Christi S. A é uma fábrica de urnas funerárias que fornece as Forças Armadas durante a guerra colonial e que, para sobreviver, entrou «naquele armazém de estropiados de guerra».

Apresentação de
Hélder Costa

Chiado Books, junho 2019

Inscrições obrigatórias e mediante os lugares existentes.

Outros eventos

Apresentação livro “Não se deixem enganar!”
Uma homenagem à geração de pais e mães nascidos nos anos 30 do século XX que, sem procurarem um lugar na história, protagonismo político ou de qualquer outra espécie, nunca se resignaram, arriscaram a vida, passaram pela prisão, exilaram-se e foram perseguidos para que nós possamos viver hoje num país melhor. 
25 de Fevereiro de 2023 - 15h00
Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de fevereiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
25 de Fevereiro de 2023 - 10h30
Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de Janeiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
28 de Janeiro de 2023 - 10h30
Estudantes contra a ditadura – as prisões de 1964 e 1965
No próximo dia 21 de Janeiro, pelas 15h, o Museu do Aljube evocará a resistência destes estudantes, realizando uma conversa com a participação de antigos estudantes e os historiadores Luís Farinha e Luísa Tiago de Oliveira.
21 de Janeiro de 2023 - 15h00