Open House 2018 – Museu do Aljube na Trienal de Arquitectura de Lisboa

22 de Setembro de 2018 - 10h00
Museu do Aljube

Open House Lisboa 2018
Museu do Aljube na Trienal de Arquitectura de Lisboa
22 e 23 de setembro

Open House é um evento que junta mais de 35 cidades no Mundo. Anualmente, numa seleção criteriosa dos edifícios da cidade, desvendam-se as suas histórias e autores, em fim de semana com visitas guiadas e sem marcação prévia.

Este ano, a 22 e 23 de setembro, veremos a cidade pelos olhos do arquiteto, crítico e professor Luís Santiago Batista e da curadora Maria Rita Pais, numa realização que junta a Trienal de Lisboa e a EGEAC.

No Aljube, os dias serão passados com visitas gratuitas às exposições permanente e temporária (10h00-18h00), ao edifício restaurado para Museu em 2015 e à descoberta das suas galerias subterrâneas com a performance Escavação, de Sofia Ó.

Outros eventos

Com Garras e Dentes – Fábulas de Animais Livres e Resistentes
Nas segundas manhãs de domingo de cada mês, programação para os mais novos e famílias, fiquem atentos! Duração: 50 minutos Inscrições: inscricoes@museudoaljube.pt Sujeito a lotação do espaço
16 de Maio a 14 de Novembro de 2021
Ciclo de Cinema
Programação paralela à Exposição Temporária • Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas Pré-inscrição obrigatória: inscricoes@museudoaljube.pt Entrada livre, sujeita à lotação da sala
13 de Maio a 14 de Outubro de 2021
Inauguração Exposição Temporária – Mulheres e Resistência – Novas Cartas Portuguesas e outras lutas
A partir das 12h poderá visitar a nova exposição temporária patente no piso 0 do museu, antigo parlatório da cadeia do Aljube.
6 de Maio de 2021 - 12h00
Teatro – Rascunhos: Memórias de uma Falsificadora
Joaquim Horta adapta ao teatro o livro de Margarida Tengarrinha Memórias de Uma Falsificadora – A Luta na Clandestinidade pela Liberdad em Portugal, que conta como a autora usou a sua habilidade de artista plástica e estudante de Belas Artes ao serviço da falsificação de documentos, garantindo o trabalho dos resistentes à ditadura de Salazar. Espectáculo esgotado
26 a 30 de Abril de 2021