Visitas orientadas

25 de Setembro de 2021 - 10h30

No dia 25 de Setembro, o Museu do Aljube Resistência e Liberdade organiza três visitas guiadas onde todos são bem-vindos!

10h30 | Visita Orientada com interpretação simultânea em Língua Gestual Portuguesa

Duração aproximada: 1h

Uma visita orientada por um guia do Museu do Aljube e um intérprete de Língua Gestual Portuguesa tornam acessíveis à comunidade surda as memórias e as histórias da resistência à ditadura em Portugal.

11H | “Pelas ruas de Abril”

Duração aproximada: 1h

O percurso “Pelas ruas de Abril”, inicia-se no Largo da Boa Hora, segue para o Largo do Carmo, Largo da Misericórdia e termina na Rua António Maria Cardoso. Um percurso no qual vamos à descoberta de alguns locais e momentos determinantes do dia 25 de Abril, abordando temas como a ditadura, a censura, a resistência e as prisões políticas até à conquista da liberdade.
Recomendamos calçado confortável.

15H | Visita Orientada mensal

Duração aproximada: 1h

O Museu do Aljube Resistência e Liberdade é um espaço de memória, da resistência à ditadura e de luta pela liberdade. Todos os meses realizamos uma visita à exposição de longa duração, esta é a de Setembro.

Entrada livre, sujeita a inscrição em: inscricoes@museudoaljube.pt

Outros eventos

“A Guerra Guardada” – Visita Orientada com Aniceto Afonso
Uma visita à exposição "A Guerra Guardada – Fotografias de Soldados Portugueses em Angola, Guiné e Moçambique (1961-74)" com Aniceto Afonso.
16 de Março de 2022 - 16h00
CICLO DE CINEMA | Natal 71 & Deus Não Quis
Dia 25 de fevereiro teremos a segunda sessão do ciclo de cinema integrado na exposição "A Guerra Guardada".
25 de Fevereiro de 2022 - 16h00
Fragmentos do espetáculo Corpo Suspenso, Rita Neves
Inserido na programação paralela da exposição "A Guerra Guardada", recebemos os "Fragmentos do espetáculo Corpo Suspenso" de Rita Neves, seguido de conversa.
19 de Fevereiro de 2022 - 16h00
“A Guerra Guardada” – Visita Orientada pelas curadoras
Uma visita à exposição "A Guerra Guardada – Fotografias de Soldados Portugueses em Angola, Guiné e Moçambique (1961-74)" pelas curadoras Maria José Lobo Antunes e Inês Ponte.
9 de Fevereiro de 2022 - 16h00