Notícias

COMBAT – Um projeto de estudo sistemático das políticas públicas de combate ao racismo

28 de Fevereiro de 2020

Seminário no Museu do Aljube

Ponto de chegada (e ponto de partida) de um estudo que se debruçou sobre áreas de observação pública que os números e os processos de estudo sistemático comprovaram constituir formas de opressão racista: na habitação, no emprego, nas políticas de segurança… não há forma de os tratar todos, porque o racismo é fruto de uma atitude e de uma cultura, mas também fruto de políticas públicas insuficientes e preconceituosas e, portanto, institucional.

Quando este grupo de investigadoras do CES mergulhou nos dados existentes, nos textos jurídicos ou nas normas de segurança, deu-se conta de termos e expressões que denunciam, de forma subtil, as práticas comuns e a linguagem grosseira que todos ouvimos, todos os dias. Por exemplo, medidas de segurança sustentadas sobre o preconceito de «territórios e populações suspeitas», ou sobre a banalização da injúria como qualquer coisa de tão natural que não merece sequer ser considerada como matéria de crime.

Do público alguém lembrava que estaria ainda muito longe a situação de se considerar o racismo como um crime público. Do CES chegou este estudo corajoso de denúncia e de exigência de reflexão coletiva.