As Três Marias – Maria Velho da Costa, Maria Teresa Horta e Maria Isabel Barreno – deixam o Tribunal da Boa Hora após a sentença que as absolveu da escrita das Novas Cartas Portuguesas. 25 maio 1974. Cd25Abril – UC

Apresentação do livro “MULHERES E RESISTÊNCIA «NOVAS CARTAS PORTUGUESAS» E OUTRAS LUTAS”

16 de Março de 2023 - 18h30
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

Apresentação do livro com participação da Tinta-da-China, Rita Rato e Luísa Sequeira.

AS «NOVAS CARTAS PORTUGUESAS» E A LUTA DAS MULHERES CONTRA A DITADURA

O livro Novas Cartas Portuguesas foi publicado há mais de 50 anos, em 1972. Três dias depois do lançamento, a primeira edição foi recolhida e destruída pela censura, dando origem ao processo das «Três Marias» e a uma muito significativa vitória literária e política.

A partir dessa obra singular de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, a exposição Mulheres e Resistência — «Novas Cartas Portuguesas» e outras lutas, no Museu do Aljube Resistência e Liberdade, revisitou a actualidade da luta das mulheres e o contributo daquelas que, com origens e percursos diferentes, inventaram e concretizaram batalhas pelos seus direitos, pela justiça social e pela liberdade, desde os anos 1930 até ao 25 de Abril de 1974. Todos estes processos destacam o papel insubstituível das mulheres ao longo dos 48 anos de resistência ao fascismo e a sua importância na conquista da democracia.

O livro que daí resulta guarda e prolonga, com novos elementos, o registo desta homenagem a todas as mulheres que lutaram.

Inclui textos originais de Djaimilia Pereira de Almeida e Maria do Rosário Pedreira

Pré‑venda*

Biografias

Luísa Sequeira é artista investigadora, realizadora e curadora de cinema. Trabalha em diferentes plataformas; cinema, teatro e fotografia e colagem explorando as intersecções do cinema e dos media emergentes. Nos últimos anos o foco do seu trabalho é a reconstrução poética das narrativas femininas na história da arte e do cinema, que foram invisibilizadas pelo poder patriarcal. Tem uma especialização em realização de documentários e um doutoramento em Arte dos Media. No cinema realizou vários filmes, entre eles; Mulheres no Palco; Os Cravos e a Rocha, Quem é Bárbara Virgínia? e O Que Podem as Palavras. Na televisão coordenou e apresentou o Fotograma, um magazine de sua autoria dedicado ao cinema em língua portuguesa. Participou em várias exposições, das quais se destaca, A Luz da Estrela Morta, na galeria Nuno Centeno, O Tempo dos Outros, na galeria Adorna e no Centro Cultural de Mindelo em Cabo Verde. Em 2022 participou na Bienal de Kaunas, Lituânia / Capital Europeia da Cultura e realizou a exposição Cine Constelação na Masc Foundation em Viena de Áustria.
Formadora de vários workshops de cinema mobile e activismo, Luísa é diretora artística do Shortcutz Porto e do Super 9 Mobile Film Fest.
Recentemente escreveu e encenou a peça de teatro com cinema expandido, Rosas de Maio. Neste momento está a trabalhar no projeto de animação, Ave Marias com o artista Sama e a produzir a série, As Pioneiras do Cinema em Língua Portuguesa.

Outros eventos

«Duas peças em Estado Novo»
De Armando Nascimento Rosa e Susannah Finzi Encenação e curadoria de Clara Ploux e Telmo FerreiraDuração: 90 min 18 OUT – SEX, 19H 19 OUT – SÁB, 16H 20 OUT – DOM, 16H
18 a 20 de Outubro de 2024
Ler e ouvir a Revolução: literatura e música no 25 de Abril
As sessões de leitura pública e interpretação musical cruzam literatura e música do período revolucionário, partindo da produção artística portuguesa de 1974 e seguintes anos.
17 de Setembro de 2024 - 18h00
Leia Mulheres sobre Tatiana Salem Levy
O Museu do Aljube volta a acolher a próxima sessão do clube, que é dedicada à autora Tatiana Salem Levy.
21 de Julho de 2024 - 15h00
Visita o Aljube! Com Audiodescrição
A Visita Orientada com audiodescrição à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade
13 de Julho de 2024 - 10h30