CINEDEBATE: “Enfermeiras no Estado Novo”

27 de Setembro de 2022 - 16h00
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

Um sessão organizada pela Direção Regional de Lisboa do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, com a exibição do filme “Enfermeiras no Estado Novo” com a presença da realizadora Susana Sousa Dias e um espaço de debate.

“A história da luta das enfermeiras está intimamente ligada à luta das mulheres por direitos elementares e ficou marcada pela resistência e coragem. Como exemplo temos a conquista do direito ao casamento no início dos anos 60, após anos de resistência, prisões, despedimentos, vida afetiva clandestina e de impedimento legal da maternidade. Isaura Assunção da Silva (Borges Coelho) foi o símbolo desta luta. Esteve presa durante quatro anos por ter exigido condições mínimas para o trabalho nos hospitais, por ter protestado contra o facto de as enfermeiras não poderem casar, por pertencer ao Movimento da Unidade Democrática (MUD) juvenil. Com esta ação esperamos dotar as novas gerações de consciência, através do conhecimento da história da enfermagem e do combate antifascista, da importância da participação nas lutas pela conquista ou defesa de direitos.”

Entrada livre, sujeita à lotação do espaço.

Enfermeiras no Estado Novo
Susana de Sousa Dias · 2000 · Portugal · 50 min

Outros eventos

Apresentação livro “Não se deixem enganar!”
Uma homenagem à geração de pais e mães nascidos nos anos 30 do século XX que, sem procurarem um lugar na história, protagonismo político ou de qualquer outra espécie, nunca se resignaram, arriscaram a vida, passaram pela prisão, exilaram-se e foram perseguidos para que nós possamos viver hoje num país melhor. 
25 de Fevereiro de 2023 - 15h00
Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de fevereiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
25 de Fevereiro de 2023 - 10h30
Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de Janeiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
28 de Janeiro de 2023 - 10h30
Estudantes contra a ditadura – as prisões de 1964 e 1965
No próximo dia 21 de Janeiro, pelas 15h, o Museu do Aljube evocará a resistência destes estudantes, realizando uma conversa com a participação de antigos estudantes e os historiadores Luís Farinha e Luísa Tiago de Oliveira.
21 de Janeiro de 2023 - 15h00