CONVERSA “Ficaram pelo Caminho | 1926 – 1974”

24 de Fevereiro de 2022 - 18h00
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

No âmbito do lançamento do livro “Ficaram pelo caminho | 1926 – 1974”, no passado dia 25 de janeiro, conversaremos no dia 24 de fevereiro com Alfredo Caldeira, Domingos Abrantes e Helena Pato.

Com esta publicação, o Museu do Aljube Resistência e Liberdade pretende evocar e homenagear as vítimas mortais da Ditadura Militar e do Estado Novo entre 1926 e 1974, contar um pouco da sua história e mostrar os seus rostos. O intuito original destas notas biográficas, agora publicadas em livro, era o de disponibilizar no site do Museu e fornecer aos visitantes informações complementares ao mural «Os que ficaram pelo caminho». Nomear os mortos, contar a sua história, mostrar os seus rostos.

Sujeita à lotação da sala
Inscrição obrigatória para: inscricoes@museudoaljube.pt

Outros eventos

«Duas peças em Estado Novo»
De Armando Nascimento Rosa e Susannah Finzi Encenação e curadoria de Clara Ploux e Telmo FerreiraDuração: 90 min 18 OUT – SEX, 19H 19 OUT – SÁB, 16H 20 OUT – DOM, 16H
18 a 20 de Outubro de 2024
Ler e ouvir a Revolução: literatura e música no 25 de Abril
As sessões de leitura pública e interpretação musical cruzam literatura e música do período revolucionário, partindo da produção artística portuguesa de 1974 e seguintes anos.
17 de Setembro de 2024 - 18h00
Itinerário “Adeus Pátria e Família”
Um percurso por Lisboa a lugares emblemáticos de resistência e ocupação das pessoas LGBTQIAP+, durante a ditadura e até aos dias de hoje.
28 de Junho de 2024 - 10h30
Orgulho e Liberdade
Fundado em 2017, o Alarido - Coro Feminista e LGBT canta arranjos de canções pop, para mostrar que o ativismo feminista e LGBT se pode fazer também através da música - e sempre a muitas vozes.
27 de Junho de 2024 - 19h00