Esquerdas radicais ibéricas, processo revolucionário e transição democrática – ruptura e consenso. Perspectivas comparadas.

22 a 23 de Novembro de 2018
Auditório do Museu do Aljube

Iberian radical left

Las izquierdas radicales ibéricas

22 e 23 de novembro de 2018

 

Nos anos 70 do século passado, quando findaram as ditaduras ibéricas, a constelação de pequenas organizações que se situavam à esquerda dos partidos comunistas congregaram inteligências e vontades de uma geração nascida do segundo pós-guerra, em tempos de guerra fria e do desenvolvimento do capitalismo e da sociedade de consumo.
Eram organizações profundamente sectárias e dogmáticas, de base predominantemente estudantil, oscilando entre a agitação e o doutrinarismo, acentuando divergências e desmultiplicando-se em pequenas e grandes cisões.
A queda das ditaduras ibéricas proporcionou-lhes processos de reconfiguração e de crescimento que lhes permitiu uma intervenção que tem sido historicamente desvalorizada.
Este Colóquio procura reapreciar, numa perspetiva comparada, o seu papel nos processos de transição democrática.

In the 1970s, when the Iberian dictatorships were over, the constellation of small organizations to the left of the communist parties brought together the intelligence and wills of a generation born in the second post-war, in times of cold war and the development of capitalism and consumer society. They were deeply sectarian and dogmatic, predominantly student-based organizations, ranging from agitation to
doctrinairism, accentuating disagreements and multiplying in small and large divisions. The fall of the Iberian dictatorships gave them processes of reconfiguration and growth that allowed them an intervention that has been historically devalued. This Colloquium seeks to re-examine, in a comparative perspective, its role in the processes of democratic transition.

En los años 70 del siglo pasado, cuando terminaron las dictaduras ibéricas, la constelación de pequeñas organizaciones que se situaban a la izquierda de los partidos comunistas congregaron inteligencias y voluntades de una generación nacida de la segunda posguerra, en tiempos de guerra fría y del desarrollo del capitalismo y de la sociedad de consumo.
Eran organizaciones profundamente sectarias y dogmáticas, de base predominantemente estudiante, oscilando entre la agitación y el doctrinarismo, acentuando divergencias y desmultiplicándose en pequeñas y grandes divisiones.
La caída de las dictaduras ibéricas les proporcionó procesos de reconfiguración y de crecimiento que les permitió una intervención que ha sido históricamente desvalorizada.
Este Coloquio busca volver a examinar, en una perspectiva comparada, su papel en los procesos de transición democrática.

Consulte o Programa. See the Program. Ver el Programa.

Línguas utilizadas: português e espanhol. 

Languages ​​used: portuguese and spanish. 

Conocimiento de idiomas: portugués y español.

Entrada livre, sujeita à lotação da sala. 

Free entry, subject to room stocking. 

Entrada libre, sujeta a la capacidad de la sala.

Programa – 22 e 23 de novembro de 2018

Outros eventos

Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de Janeiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
28 de Janeiro de 2023 - 10h30
Estudantes contra a ditadura – as prisões de 1964 e 1965
No próximo dia 21 de Janeiro, pelas 15h, o Museu do Aljube evocará a resistência destes estudantes, realizando uma conversa com a participação de antigos estudantes e os historiadores Luís Farinha e Luísa Tiago de Oliveira.
21 de Janeiro de 2023 - 15h00
Digo às companheiras que aqui estão
Uma sessão de cinema com debate a partir do filme brasileiro "Digo às companheiras que aqui estão".
20 de Janeiro de 2023 - 18h00
Visita Orientada por Raquel Freire
Inserida na programação paralela da exposição "Adeus Pátria e Família" , Raquel Freire irá realizar uma visita orientada à exposição temporária "Adeus Pátria e Família".
17 de Janeiro de 2023 - 18h00