FEMINISMOS. CITAÇÃO

7 de Fevereiro de 2024 - 18h30

SINOPSE
O projeto de criação parte da seguinte pergunta, ‘Qual o papel da família na construção do género?’. A partir desta pergunta foram feitas uma série de entrevistas e pesquisas que deram lugar a Feminismos. Citação .

No dia 7 de fevereiro será lido o texto dramático que conta a histórias de duas jovens mulheres que dão os primeiros passos nas suas vidas pessoais e profissionais. Perante o constante estado de ansiedade em que se encontram, provocado pelas dificuldades da vida em conjunto, os baixos salários, a intermitência de ambos os trabalhos e o aumento desenfreado do preço das rendas, urge procurar soluções à altura destes desafios.
Decidem tornar-se feministas.
Mas que feminismo é este e como pode responder concretamente aos problemas que enfrentam? É deste lugar que parte a comédia Feminismos. Citação .


FICHA ARTÍSTICA
Texto e Dramaturgia: Carolina Campanela
Criação: Carolina Serrão
Interpretação: Andreia Galvão, Carolina Campanela, Catarina Marques Lima
Produção: Além Mundus
Apoio Financeiro: Fundação GDA, Abril é Agora
Apoios: Biblioteca de Marvila, Museu do Aljube Resistência e Liberdade, Câmara Municipal de Lisboa – Pólo Cultural das Gaivotas, Teatro do Bairro

Outros eventos

«Duas peças em Estado Novo»
De Armando Nascimento Rosa e Susannah Finzi Encenação e curadoria de Clara Ploux e Telmo FerreiraDuração: 90 min 18 OUT – SEX, 19H 19 OUT – SÁB, 16H 20 OUT – DOM, 16H
18 a 20 de Outubro de 2024
Ler e ouvir a Revolução: literatura e música no 25 de Abril
As sessões de leitura pública e interpretação musical cruzam literatura e música do período revolucionário, partindo da produção artística portuguesa de 1974 e seguintes anos.
17 de Setembro de 2024 - 18h00
Itinerário “Adeus Pátria e Família”
Um percurso por Lisboa a lugares emblemáticos de resistência e ocupação das pessoas LGBTQIAP+, durante a ditadura e até aos dias de hoje.
28 de Junho de 2024 - 10h30
Orgulho e Liberdade
Fundado em 2017, o Alarido - Coro Feminista e LGBT canta arranjos de canções pop, para mostrar que o ativismo feminista e LGBT se pode fazer também através da música - e sempre a muitas vozes.
27 de Junho de 2024 - 19h00