“Há sempre alguém que resiste” — Conversa com Manuel Alegre

17 de Novembro de 2021 - 18h30
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

No dia 17 de Novembro recebemos Manuel Alegre no Museu do Aljube Resistência e Liberdade para uma conversa sobre as suas memórias de resistência e de oposição à ditadura e à guerra colonial.

Biografia

Manuel Alegre de Melo Duarte nasceu a 12 de Maio de 1936 em Águeda, onde fez a instrução primária. Estudos secundários em Lisboa, Porto e Coimbra. Estudou Direito na Universidade de Coimbra, onde foi um ativo dirigente estudantil. Apoiou a candidatura do General Humberto Delgado. Foi fundador do CITAC – Centro de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra, membro do TEUC – Teatro de Estudantes da Universidade de Coimbra.

A sua tomada de posição sobre a ditadura e a guerra colonial levam o regime de Salazar a chamá-lo para o serviço militar em 1961, sendo colocado nos Açores, onde tenta uma ocupação da ilha de S. Miguel, com Melo Antunes. Em 1962 é mobilizado para Angola, onde dirige uma tentativa pioneira de revolta militar. É preso pela PIDE em Luanda, em 1963, durante 6 meses. Na cadeia conhece escritores angolanos como Luandino Vieira, António Jacinto e António Cardoso. Colocado com residência fixa em Coimbra, acaba por passar à clandestinidade e sair para o exílio em 1964.

Passa dez anos exilado em Argel, onde é dirigente da Frente Patriótica de Libertação Nacional. Aos microfones da emissora A Voz da Liberdade, a sua voz converte-se num símbolo de resistência e liberdade. Entretanto, os seus dois primeiros livros, Praça da Canção (1965) e O Canto e as Armas (1967) são apreendidos pela censura, mas passam de mão em mão em cópias clandestinas, manuscritas ou dactilografadas. Poemas seus, cantados, entre outros, por Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Manuel Freire , Luís Cília, Francisco Fanhais e Amália Rodrigues tornam-se emblemáticos da luta pela liberdade. Regressa finalmente a Portugal em 2 de Maio de 1974, dias após o 25 de Abril.” *

Entra no Partido Socialista, pelo qual será deputado à Assembleia da República em diversas legislaturas; entre outras responsabilidades públicas, foi candidato à Presidência da República. Em 2017 recebeu o Prémio Camões e foi doutorado “honoris causa” pela Universidade de Pádua.

* in http://www.manuelalegre.com/

A entrada gratuita sujeita a inscrição para o e-mail: inscricoes@museudoaljube.pt
Sujeita a lotação da sala.

Outros eventos

Oficina Docs4Kids
O Museu do Aljube acolhe mais uma vez as oficinas Docs4Kids que voltam para animar as férias de Natal!
18 a 19 de Dezembro de 2021
Visita Orientada Mensal
Estão abertas as inscrições para a Visita Orientada deste mês ao Museu do Aljube Resistência e Liberdade. A visita é feita em pequenos grupos, seguindo todas as normas de segurança da DGS, e requer inscrição.
18 de Dezembro de 2021 - 10h30
ITINERÁRIO CAMBEDO DA RAIA – ESGOTADO
Numa parceria com o Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, promovemos um itinerário a Cambedo da Raia.
18 a 19 de Dezembro de 2021
Vozes ao Alto! 100 histórias na história do PCP
Dia 8 de Dezembro, às 16h00 será apresentado no Museu do Aljube Resistência e Liberdade o livro “ Vozes ao Alto! 100 Histórias na História do Partido Comunista Português”, por Vanessa Almeida e Maria Alice Samara.
8 de Dezembro de 2021 - 16h00