Open House Lisboa 2022

14 a 15 de Maio de 2022
Museu do Aljube Resistência e Liberdade

No fim-de-semana de 14 e 15 de Maio, acolhemos o Open House Lisboa inserido na Trienal de Arquitectura Lisboa. Teremos três modalidade de visita: livre, com voluntários (uma por hora) e por especialista (no Sábado, 10h30 e Domingo, 14h).

As visitas com voluntários são focadas na arquitetura do edifício e as visitas por especialistas são orientadas por membros da equipa do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.

As visitas são por ordem de chegada, limitadas a grupos de 10 pessoas.

O Open House Lisboa abre as portas a espaços de arquitectura exemplar habitualmente escondidos do olhar do público, desde casas a edifícios públicos, palácios, teatros ou igrejas. São cerca de 70 locais em Lisboa e Almada com um programa de visitas guiadas, percursos urbanos, passeios sonoros, actividades Júnior e eventos Plus, bem como uma selecção de visitas acessíveis. Este ano, A Rebeldia do Invisível dá a descobrir e explorar a cidade dentro e fora de portas. Os exteriores, mais limitados pelas normas urbanísticas que procuram preservar uma identidade colectiva, contrastam com espaços surpreendentes nos interiores, cuja transformação invisível no domínio do privado mostra novas formas de habitar. Se retirássemos as fachadas, que Lisboa ficaria à vista?

De entrada gratuita, esta iniciativa é uma co-produção Trienal de Arquitectura de Lisboa e EGEAC

Mais informações em: www.openhouselisboa.com

Outros eventos

«Duas peças em Estado Novo»
De Armando Nascimento Rosa e Susannah Finzi Encenação e curadoria de Clara Ploux e Telmo FerreiraDuração: 90 min 18 OUT – SEX, 19H 19 OUT – SÁB, 16H 20 OUT – DOM, 16H
18 a 20 de Outubro de 2024
Ler e ouvir a Revolução: literatura e música no 25 de Abril
As sessões de leitura pública e interpretação musical cruzam literatura e música do período revolucionário, partindo da produção artística portuguesa de 1974 e seguintes anos.
17 de Setembro de 2024 - 18h00
Itinerário “Adeus Pátria e Família”
Um percurso por Lisboa a lugares emblemáticos de resistência e ocupação das pessoas LGBTQIAP+, durante a ditadura e até aos dias de hoje.
28 de Junho de 2024 - 10h30
Orgulho e Liberdade
Fundado em 2017, o Alarido - Coro Feminista e LGBT canta arranjos de canções pop, para mostrar que o ativismo feminista e LGBT se pode fazer também através da música - e sempre a muitas vozes.
27 de Junho de 2024 - 19h00