“País do Silêncio” – Apresentação do livro

10 de Novembro de 2021 - 18h00
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

A apresentação será conduzida por Rita Pais e contará com a presença da autora, Rita Cruz. Será mais uma ocasião para o encontro dos leitores com este romance.

No País do Silêncio trata-se de um romance cuja ação principal se desenvolve numa pequena vila na beira, ao longo das últimas décadas do fascismo, traçando o retrato histórico de um país dominado pelo medo, pela ignorância e pela violência. Do romance, de arquitetura sólida e ritmo disruptivo, sublinhamos a figura central do silêncio, eixo em torno de que se movem os medos e os sonhos das personagens.

Na origem deste livro, cuja ação atravessa o Portugal fascista de 1940 a 1974, está a urgência de afirmar a história e preservar a memória de um tempo sem liberdade, porque o esquecimento leva-nos a repetir erros. A autora assume a sua condição de filha de Abril, herdeira da responsabilidade de preservar a memória contra o esquecimento, que honra com extraordinária beleza neste livro que tem apaixonado leitores de norte a sul.

Da autora, nascida na Guarda, podemos dizer, partindo das suas próprias palavras, ter tido “casa incerta” por cinco continentes de um mundo onde se vem descobrindo ao fazer “palavras dos dias”.
O romance explora temas que vão da infância à condição da mulher, passando pela violência da repressão, o exílio e a Guerra Colonial. Apesar de nascida em liberdade, Rita Cruz escolhe dizer o silêncio, e a coragem destas palavras causa um sobressalto literário de que muito ainda se há-de falar.


Notas biográficas

Rita Cruz estreia-se como escritora com o romance “No País do Silêncio” em 2021. Natural da Guarda, trabalhou durante vários anos no ramo dos Direitos Humanos e ajuda humanitária na Colômbia, Afeganistão e Sri Lanka. Depois de concluir formação como fisioterapeuta passou pela Finlândia, Moçambique, Austrália e atualmente vive na Malásia. Escreveu a rubrica “Nós lá fora” na Visão e tem um blog pessoal www.ritacruz.org .

Outros eventos

«Duas peças em Estado Novo»
De Armando Nascimento Rosa e Susannah Finzi Encenação e curadoria de Clara Ploux e Telmo FerreiraDuração: 90 min 18 OUT – SEX, 19H 19 OUT – SÁB, 16H 20 OUT – DOM, 16H
18 a 20 de Outubro de 2024
Ler e ouvir a Revolução: literatura e música no 25 de Abril
As sessões de leitura pública e interpretação musical cruzam literatura e música do período revolucionário, partindo da produção artística portuguesa de 1974 e seguintes anos.
17 de Setembro de 2024 - 18h00
Itinerário “Adeus Pátria e Família”
Um percurso por Lisboa a lugares emblemáticos de resistência e ocupação das pessoas LGBTQIAP+, durante a ditadura e até aos dias de hoje.
28 de Junho de 2024 - 10h30
Sombras Andantes
Sombras Andantes é um espetáculo de André Murraças sobre a relação do Estado Novo com os homossexuais.
21 a 23 de Junho de 2024