Revolução e lutas. O mundo do trabalho

19 de Maio de 2022 - 18h00
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

Com Joana Dias Pereira e Manuel Candeias.

Biografias

Joana Dias Pereira é investigadora integrada do Instituto de História Contemporânea. Doutorada pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas com uma tese subordinada ao tema Produção Social da Solidariedade Operária: o caso de estudo da Península de Setúbal (1890-1930). Atualmente centra a sua investigação na evolução das instituições para a ação coletiva portuguesas no período contemporâneo (séculos XIX e XX).

Manuel Maria Candeias participou desde muito jovem em atividades políticas e culturais, ações de agitação e propaganda, nas lutas pelas oito horas de trabalho e melhores salários, no Alentejo e no concelho de Grândola. Aderiu ao PCP em 1959 e participou em atividades políticas clandestinas até ao ingresso na Força Aérea, em 1960, onde cumpriu o serviço militar. Em 1968 ingressa na TAP, foi ativista da CDE e MDP e em diversas lutas no distrito Setúbal, Lisboa e Vila Franca de Xira.
Em 1969, integra o grupo de ativistas que conquista os sindicatos corporativos e foi eleito para a direção do Sindicatos dos Trabalhadores Metalúrgicos de Lisboa, que viria a ser destituída por Marcelo Caetano. Participa, com outros dirigentes sindicais, na criação da Intersindical e continua com atividade política clandestina.

Sujeita à lotação da sala.
Inscrições para: inscricoes@museudoaljube.pt

Outros eventos

Apresentação livro “Não se deixem enganar!”
Uma homenagem à geração de pais e mães nascidos nos anos 30 do século XX que, sem procurarem um lugar na história, protagonismo político ou de qualquer outra espécie, nunca se resignaram, arriscaram a vida, passaram pela prisão, exilaram-se e foram perseguidos para que nós possamos viver hoje num país melhor. 
25 de Fevereiro de 2023 - 15h00
Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de fevereiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
25 de Fevereiro de 2023 - 10h30
Visita o Aljube!
A Visita Orientada do mês de Janeiro à exposição longa duração do Museu do Aljube Resistência e Liberdade.
28 de Janeiro de 2023 - 10h30
Estudantes contra a ditadura – as prisões de 1964 e 1965
No próximo dia 21 de Janeiro, pelas 15h, o Museu do Aljube evocará a resistência destes estudantes, realizando uma conversa com a participação de antigos estudantes e os historiadores Luís Farinha e Luísa Tiago de Oliveira.
21 de Janeiro de 2023 - 15h00