Revolução e violência política – o Verão Quente

7 de Julho de 2022 - 18h00
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE


Com Miguel Carvalho e Francisco Bairrão Ruivo

Biografias

Miguel Carvalho (1970) nasceu no Porto, cidade que ama e onde gostaria de viver até ser pó, cinza e nada. É Grande Repórter da revista Visão desde dezembro de 1999. Concluiu o Curso de Radiojornalismo do Centro de Formação de Jornalistas do Porto em 1989. Trabalhou no Diário de Notícias e no semanário O Independente. Venceu o Prémio Orlando Gonçalves (Jornalismo), em 2008 e 2020, e o Grande Prémio Gazeta, do Clube dos Jornalistas, em 2009. É autor de obras como Álvaro Cunhal – Íntimo e Pessoal, Lúcio Feteira – A História Desconhecida, A Última Criada de Salazar, Quando Portugal Ardeu – Histórias e Segredos da Violência Política no Pós-25 de Abril ou Amália – Ditadura e Revolução – A História Secreta.

Francisco Bairrão Ruivo (Lisboa, 1981) é investigador integrado do Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Licenciado em História e Doutorado em História Contemporânea pela FCSH/UNL, a sua tese, intitulada Spinolismo: viragem política e Movimentos Sociais, foi galardoada com o Prémio Fundação Mário Soares-EDP 2014 e publicada em 2015 como título Spínola e a Revolução. Do 25 de Abril ao 11 de Março de 1975. Tem participado em vários projetos de investigação, de cinema e televisão, na organização de exposições, em trabalho junto do público escolar, e tem no processo revolucionário português uma das principais áreas de investigação. Desde 2019 que trabalha no Museu do Aljube Resistência e Liberdade.

Sujeita à lotação da sala.
Inscrições para: inscricoes@museudoaljube.pt

Outros eventos

O que falta fazer?
"O que falta fazer?" é o tema da última conversa do ciclo em torno da exposição "Adeus Pátria e Família" com a participação de Ana Aresta, Manuela Ferreira e Paulo Corte Real.
12 de Janeiro de 2023 - 18h00
Artes como resistência Queer
"Artes como resistência Queer" é o tema da terceira conversa do ciclo em torno da exposição "Adeus Pátria e Família" com a participação de Alice Azevedo, André Teodósio e Raquel Freire.
16 de Novembro de 2022 - 18h00
Revolução e o que ficou. As conquistas revolucionárias.
A propósito das Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, iremos promover um ciclo de conversas "E se trocássemos umas ideias sobre a Revolução?". Nesta sessão contamos com Maria Inácia Rezola para uma conversa sobre "Revolução e o que ficou. As conquistas revolucionárias.".
10 de Novembro de 2022 - 18h00
VISITA ORIENTADA POR RICARDO CARVALHO
Inserida na programação paralela da exposição "Adeus Pátria e Família" Ricardo Carvalho, responsável pelo desenho da exposição, orienta uma visita à exposição.
8 de Novembro de 2022 - 18h00