Revolução portuguesa: o povo está na rua!

7 de Abril de 2022 - 18h00
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

Com Isabel do Carmo e Luís Trindade

Biografias

Isabel do Carmo nasceu no Barreiro em 1940. Licenciou-se e doutorou-se pela Faculdade de Medicina de Lisboa e fez a especialidade de Endocrinologia. Foi impedida pela PIDE de integrar o corpo de assistentes da Faculdade.
Foi membro da Comissão Pró-Associação de Medicina e da Reunião Inter-Culturais (RIC) das Associações de Estudantes de Lisboa. Fez parte dos corpos gerentes da Ordem dos Médicos até esta ser fechada pela PIDE em Novembro de 1972. Militante do Partido Comunista dos 18 aos 29 anos, fundou com Carlos Antunes as Brigadas Revolucionárias em 1970. Foi membro da Comissão Política da Comissão Democrática Eleitoral de Lisboa (CDE) em 1969 e fundadora das Comissões de Base Socialistas. Durante o PREC esteve na direção do PRP-BR, foi diretora do jornal Revolução e após a contrarrevolução esteve presa entre 1978 e 1982. Escreveu Puta de prisão com Fernanda Fráguas, Vozes Insubmissas com Lígia Amâncio, Histórias que as mulheres contam e Luta Armada.

Luís Trindade é doutorado em história contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa. É professor na Faculdade de Letras e vice-coordenador do Centro de Estudos Interdisciplinares da Universidade de Coimbra. Lecionou igualmente no Birkbeck College da Universidade de Londres.
Tem desenvolvido investigação na área da história cultural, em particular sobre a história do nacionalismo, da imprensa, do processo revolucionário de 1974-75, do cinema, do neorrealismo, da música popular e dos intelectuais no século XX em Portugal. Publicou O Estranho Caso do Nacionalismo Português. O Salazarismo entre a literatura e a política, em 2008, e Narratives in Motion. Journalist and modernist events in 1920s Portugal, em 2016.

Sujeita à lotação da sala.
Inscrições para: inscricoes@museudoaljube.pt

Outros eventos

O que falta fazer?
"O que falta fazer?" é o tema da última conversa do ciclo em torno da exposição "Adeus Pátria e Família" com a participação de Ana Aresta, Manuela Ferreira e Paulo Corte Real.
12 de Janeiro de 2023 - 18h00
Artes como resistência Queer
"Artes como resistência Queer" é o tema da terceira conversa do ciclo em torno da exposição "Adeus Pátria e Família" com a participação de Alice Azevedo, André Teodósio e Raquel Freire.
16 de Novembro de 2022 - 18h00
Revolução e o que ficou. As conquistas revolucionárias.
A propósito das Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, iremos promover um ciclo de conversas "E se trocássemos umas ideias sobre a Revolução?". Nesta sessão contamos com Maria Inácia Rezola para uma conversa sobre "Revolução e o que ficou. As conquistas revolucionárias.".
10 de Novembro de 2022 - 18h00
VISITA ORIENTADA POR RICARDO CARVALHO
Inserida na programação paralela da exposição "Adeus Pátria e Família" Ricardo Carvalho, responsável pelo desenho da exposição, orienta uma visita à exposição.
8 de Novembro de 2022 - 18h00