Sombras Andantes

23 de Setembro a 01 de Outubro de 2022
AUDITÓRIO DO MUSEU DO ALJUBE

Sombras Andantes é um espetáculo de André Murraças sobre a relação do Estado Novo com os homossexuais, inserido na programação paralela da exposição temporária “Adeus Pátria e Família”.

É um solo de teatro que mistura o documental com o ficcional sobre as vidas homossexuais que o Estado Novo foi perseguindo, incomodando e castigando ao longo de décadas. Desde as primeiras prisões por delito, à evolução do poder e intensificação da carga policial, até à possível resistência, tentar-se-á conhecer quem foram estes homens e mulheres com vidas escondidas ou duplas, alguns deles com profissões triviais, outros ligados ao espetáculo ou às lutas políticas. Para além de relatos sobre anónimos baseados nos arquivos da Polícia Judiciária, o espectáculo destacará o poeta António Botto e o escândalo da Literatura de Sodoma (que vitimou ainda os escritores Judith Teixeira e Raul Leal), o bailarino encarcerado Valentim de Barros, Júlio Fogaça – dirigente do PCP, ou o médico Egas Moniz que considerou a homossexualidade como doença e contribuiu assim para a criação do estigma e sua validação como crime. Quem foram estes homens e como se construiu um poder repressor que culminou com o Estado Novo? Que histórias não conhecemos?


23 e 30 SET – SEX, 19H [ ESGOTADO]
24 SET e 1 OUT – SÁB, 16H [ ESGOTADO]
29 SET – QUI, 19H [ ESGOTADO]
1 OUT – SÁB, 19H [ ESGOTADO]

NOVA SESSÃO EXTRA:
» 2 OUT – DOM, 16H

Entrada livre. Reservas para: inscricoes@museudoaljube.pt

SOMBRAS ANDANTES

Texto, encenação, interpretação, cenografia, figurinos e realização vídeo: André Murraças
Voz off: Miguel Ponte
Em vídeo: Flávio Gil, Francisco Goulão, Joana Manuel, João Sá Coelho, Miguel Ponte
Vídeo: Três Vinténs
Apoio: Fundação GDA
Fotografia: Alípio Padilha
Agradecimentos: Arquivo da Polícia Judiciária de Lisboa, Cândida Murraças, Fernando Heitor, Fundação Calouste Gulbenkian/Biblioteca de Arte, Joana Matias, João Roque, Museu Dr. Joaquim Manso (Nazaré), Raquel Afonso, Teatro Maria Vitória, Museu Nacional do Teatro e da Dança.
Um espetáculo Um Marido Ideal
Co-produção: Um Marido Ideal/ Museu do Aljube Resistência e Liberdade

Outros eventos

O que falta fazer?
"O que falta fazer?" é o tema da última conversa do ciclo em torno da exposição "Adeus Pátria e Família" com a participação de Ana Aresta, Manuela Ferreira e Paulo Corte Real.
12 de Janeiro de 2023 - 18h00
Artes como resistência Queer
"Artes como resistência Queer" é o tema da terceira conversa do ciclo em torno da exposição "Adeus Pátria e Família" com a participação de Alice Azevedo, André Teodósio e Raquel Freire.
16 de Novembro de 2022 - 18h00
Revolução e o que ficou. As conquistas revolucionárias.
A propósito das Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril, iremos promover um ciclo de conversas "E se trocássemos umas ideias sobre a Revolução?". Nesta sessão contamos com Maria Inácia Rezola para uma conversa sobre "Revolução e o que ficou. As conquistas revolucionárias.".
10 de Novembro de 2022 - 18h00
VISITA ORIENTADA POR RICARDO CARVALHO
Inserida na programação paralela da exposição "Adeus Pátria e Família" Ricardo Carvalho, responsável pelo desenho da exposição, orienta uma visita à exposição.
8 de Novembro de 2022 - 18h00