António de Jesus Branco

(Carregosa, 25-12-1906 – Tarrafal, Ilha de Santiago, Cabo Verde, 28-12-1942)

António de Jesus Branco nasceu na Carregosa, concelho de Oliveira de Azeméis, e trabalhava como descarregador no porto de Lisboa. Detido numa esquadra para averiguações, a 12 de julho de 1936, foi levado, quase um mês depois, para a 1ª esquadra. A 27 de agosto, a Polícia de Vigilância e Defesa do Estado (PVDE) deslocou-o para novo local de encarceramento, a Prisão do Aljube, em Lisboa, onde permaneceu detido cerca de mês e meio. Em outubro de 1936 foi transferido para o Campo de Concentração do Tarrafal, em Cabo Verde. Quatro dos seis anos que ali passou permaneceu acamado, doente com paludismo e tuberculose. Crescentemente debilitado pela doença e falta de assistência médica faleceu em 1942, aos 36 anos.

Outros testemunhos