António de Jesus Paulo – A prisão pela luta pelas 8 horas de trabalho nos campos do Alentejo – Ribeira do Sado, Alcácer do Sal

António de Jesus Paulo, com 37 anos, em 1962, foi um dos organizadores da luta pelas 8 horas de trabalho no campos do Alentejo, na região de Alcácer do Sal. Mulheres e homens decidiram trabalhar as 8 horas contra a vontade dos patrões e das autoridades. Ganharam a luta, mas em junho de 1965, depois de António Paulo ter colocado a sua filha mais velha numa camioneta para ir servir para Lisboa, a PIDE apanhou-o. Preso, foi levado para a sede da PIDE, na António Maria Cardoso, onde foi interrogado e sofreu a tortura do sono. Ficou preso até setembro de 1966. António Paulo deixa-nos o seu testemunho.

Outros testemunhos