Composição a partir da fotografia de Augusta Conchiglia, Luzia (Inga) Inglês, 1968.

EXPOSIÇÃO ITINERANTE “Ato (DES)Colonial”

A violência está na génese, na prática e na simbologia de um processo de ocupação. Mas a violência encontra resistência, com diferentes expressões e impactos. Esta exposição pretende revelar e relevar diversos processos de resistência ao colonialismo português entre 1926 e 1974, período objeto deste museu.

Exposição itinerante disponível para requisição em: educaljube@museudoaljube.pt

Outros testemunhos