EXPOSIÇÃO ITINERANTE “O LEGADO DE UM CRAVO”

Um cravo com uma grande responsabilidade

Esta exposição, assim como todos os recursos associados à mesma, pretende colocar sob os holofotes todo este período histórico, desde a instauração da ditadura até à Constituição de 1976, com o foco em vários aspetos:

  • Relembrar acontecimentos da história de Portugal durante a ditadura, nomeadamente todas as liberdades que estiveram suprimidas durante quase cinco décadas;
  • Demonstrar como 48 anos de ditadura representaram o atraso, a miséria e a ausência de liberdades e direitos humanos fundamentais no país;
  • Preservar e partilhar a memória de todas e todos os que, em situações de clandestinidade e de repressão, lutaram pela defesa da liberdade – os heróis da democracia;
  • Sublinhar a importância da participação popular durante o processo revolucionário, especialmente ao nível da consolidação das mudanças e da superação das inúmeras resistências que foram encontradas pelo caminho para, finalmente, serem implementadas todas as conquistas sociais, políticas e económicas no país;
  • Sensibilizar toda a sociedade para a necessidade de estar permanentemente alerta face às ameaças à democracia, concebendo esta
  • mesma democracia como uma prática e não como uma realidade garantida.

Temas da exposição:

  • O legado de um cravo
  • Deus, Pátria e Família
  • Grandes Demais
  • Como uma grande família
  • Afiado com uma seta
  • Ao serviço de muito poucos
  • Uma agência sem inteligência
  • Nem todos os dias são iguais
  • Um 25 de abril que durou dois anos
  • Liberdades a sério e para todos
  • Em cada esquina, uma revolução
  • Os números do legado

Exposição itinerante disponível para requisição em: educaljube@museudoaljube.pt

Outros testemunhos